Mulher morre eletrocutada no Balneário Arroio do Silva




De acordo com os populares, ela estava cortando a grama quando atingiu a extensão da fiação da máquina de cortar grama e foi eletrocutada

 

Mulher morreu eletrocutada no Balneário Arrio do Silva. A ocorrência foi registrada no inicio da tarde desta quinta-feira, 11, na Rua Dona Isabel.

 

O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender uma parada cardiorrespiratória ocasionado por choque elétrico. No local, próximo a uma fiação, havia uma mulher em decúbito dorsal,inconsciente, que, segundo populares, estava cortando a grama quando atingiu a extensão da fiação da máquina de cortar grama e foi eletrocutada.

 

Quando a guarnição desligou a energia, constatou-se a ausência dos sinais vitais da vítima e foi iniciado o protocolo de Reanimação Cardiopulmonar. A vítima foi conduzida ao Hospital Regional de Araranguá, durante o translado foram aplicadas duas desfibrilações, mas não houve o retorno dos sinais vitais.



Postagem Anterior Próxima Postagem