O comércio tem que fechar, mas o ônibus circulando além da capacidade não tem problema



Um dia após a matéria do Tribuna de Notícias divulgar o desrespeito às normas sanitárias em linhas de ônibus em Criciúma, o problema voltou a se repetir. 


Logo cedo, no distrito do Rio Maina, um veículo que deveria operar com 50% da capacidade, com no máximo 25 passageiros, não teve o distanciamento obedecido e o limite de pessoas, por muito, excedido.


“Haviam mais de 70 pessoas lá dentro, um absurdo. E assim que chega ao terminal, estava lotado”, relata um passageiro, que utiliza diariamente o transporte no horário das 7h15. A falta de fiscalização também chama a atenção.

 

O registro fotográfico foi realizado por ele na manhã dessa quarta-feira, dia 3.


Fonte da Matéria: TNSUL



Postagem Anterior Próxima Postagem