Família de taxista encontrado morto pede justiça


A família do taxista Paulo, de 67 anos, que foi encontrado morto em uma mata na divisa entre os municípios de Morro da Fumaça e Criciúma, na noite desta quarta-feira (31/03), pede que a justiça seja feita contra o autor ou autores, da morte do taxista.

 

CASO: Equipes da Polícia Militar faziam buscas desde a manhã de ontem (31/03), após ser constatado o desaparecimento do taxista. Mais cedo seu veículo tinha sido encontrado abandonado em Criciúma. 

 

Conforme a Polícia Militar, a vítima foi encontrada no local após denuncias anônimas. O trabalhador apresentava sinais de violência no rosto.

 

A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícia (IGP) estiveram no local realizaram a perícia, que deverá desvendar muitas informações sobre o caso.

 

Segundo a Polícia Civil, desde o momento em que foi registrado o desaparecimento do taxista, a polícia esta trabalhando nas investigações, e a qualquer momento pode elucidar o caso.

 

A vítima é natural de Criciúma e morava atualmente em Içara.




Relacionado: https://www.clncriciuma.info/2021/03/taxista-que-estava-desaparecido-e.html



Postagem Anterior Próxima Postagem