Vídeo: Ação de criminosos lembra mega-assalto em Criciúma


Um grupo fortemente armado explodiu, na madrugada desta quarta-feira (7), três agências bancárias do município de Mococa, em São Paulo. Os criminosos ainda usaram explosivos e atiraram em lojas antes de fugirem. Até por volta de 7h, ninguém havia sido preso.


Na ação, um guarda municipal ficou ferido ao ser atingido por estilhaços, ele recebeu atendimento e não corre risco de vida. Cerca de três agências bancárias foram atacadas pelo bando, segundo o gestor municipal. Moradores registraram os tiros e filmaram homens armados andando pela cidade e parados em esquinas.


Câmeras de segurança também registraram carros usados pela quadrilha circulando em conjunto por Mococa. Segundo informações da Polícia, os suspeitos utilizaram entre oito à 10 veículos para fugir por uma estrada que leva ao distrito de Igaraí.


A investigação ainda não informou qual foi o valor em dinheiro roubado pela quadrilha. Um inquérito será instaurado nesta quarta-feira para apurar o caso, e a Polícia Federal ficará responsável pela investigação pelo ataque à agência da Caixa Econômica Federal.


Assalto em Criciúma 


Em Criciúma, a ação com pelo menos criminosos, dez automóveis e armamento de calibre exclusivo das Forças Armadas, em novembro de 2020, foi considerado o maior roubo de Santa Catarina.


Os criminosos atacaram o 9° Batalhão da Polícia Militar com tiros nas janelas, bloqueio na saída com caminhão em chamas e explosão acionada pelo celular. A ação durou cerca de duas horas.



Postagem Anterior Próxima Postagem