Homens são suspeitos de ter simulado assalto para receber seguro em Criciúma


Em duas investigações de roubos de veículos, pela Divisão de Repressão a Roubos da Divisão de Investigação Criminal (DRR/DIC) da Polícia Civil de Criciúma, coordenada pela delegado Yuri Miqueluzzi, foram verificadas inconsistências nos relatos das vítimas e constatação de que os roubos não tinham acontecido.

De vítimas, os dois homens, de 42 e 22 anos, passaram a investigados, sendo indiciados pelo delito de comunicação falsa de crime.

Em um dos casos, foi relatado o roubo de um carro no bairro Pinheirinho, por homens armados. No outro, foi comunicado também um roubo de automóvel no bairro Verdinho.

"No decorrer das investigações, foi constatada a inveracidade dos fatos criminosos. Ao final, ambos confessaram o falso roubo. Caso comprovada a intenção de recebimento de valores indevidos para indenização ou seguro, a pena pode chegar a cinco anos de reclusão", alerta o delegado.


Postagem Anterior Próxima Postagem