Polícia aponta irmãos como suspeitos de assassinato do próprio cunhado



Polícia Civil elucidou a morte de Filipe da Silva Martinho, de 30 anos, assassinado com facadas e pedradas na noite do último dia 18 de setembro no bairro Rio Bonito, em Criciúma. Dois irmãos, cunhados da vítima, foram identificados como suspeitos de cometerem o crime. 

O coordenador da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa da Divisão de Investigação Criminal (DHPP/DIC) de Criciúma, o delegado André Milanese, afirmou que a motivação do homicídio teria sido uma discussão envolvendo a guarda de uma enteada de Martinho e sobrinha dos investigados. Os suspeitos, de 21 e 28 anos, seguem foragidos e tiveram a prisão temporária decretada pelo juízo da 1ª Vara Criminal de Criciúma. 

Qualquer informação ser repassada através do disque-denúncia da Polícia Civil, pelos telefones 181 e 197, ou por meio do WhatsApp (48) 98844-0011


Nota DIC

DIC de Criciúma esclarece homicídio do bairro Rio Bonito:

Na noite de 18/09/21 Filipe da Silva Martinho, de 30 anos, foi brutalmente assassinado com golpes se faca e pedradas na Rua dos Estreitos, no bairro Rio Bonito, nessa cidade. 

Através das investigações realizadas pela DHPP - Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa desta DIC foi esclarecido que o homicídio foi praticado  pelos cunhados da vítima, os irmãos LUCAS DA SILVA, de 28 anos, e TAIAN DA SILVA MACHADO, de 21 anos.

Segundo apurado o homicídio decorreu de uma discussão envolvendo a guarda de uma enteada da vítima e sobrinha dos autores.

Em razão das robustas provas o Juízo da 1ª Vara Criminal de Criciúma decretou a prisão temporária dos investigados, cujo paradeiro é desconhecido. 

Desta forma, solicita-se a divulgação das fotos dos foragidos visando localizá-los, podendo qualquer informação ser repassada através do disque-denúncia da Polícia Civil, fones 181 e 197, ou através do whatsapp (48) 98844-0011.

Postagem Anterior Próxima Postagem