Polícia Civil investiga menor que ameaçou realizar "massacre" em escola


Uma ameaça de "massacre" numa escola de Lages mobilizou a Polícia Militar, através da Rede de Segurança Escolar e a Polícia Civil, que iniciou processo de investigação de um menor, aluno do Centro de Educação Profissional (Cedup), que teria postado em suas redes sociais ameaças de provocar um "massacre" na escola, em Lages.

De acordo com a Polícia Civil, assim que tomaram conhecimento do fato, policiais da DIC colheram informações e, durante toda a noite de quarta, 29, e início da madrugada desta quinta, 30, efetuaram diligências e solicitaram, ao Poder Judiciário (PJ), um pedido de busca e apreensão de objetos que pudessem evidenciar o plano.

Ainda conforme a polícia, com a autorização do PJ, os policiais foram até a residência, onde apreenderam o celular do menor, um simulacro de fuzil, um canivete e alguns estojos de munição. O menor e a mãe foram conduzidos à delegacia, onde prestaram depoimento e depois foram liberados. Ele alegou que tudo não passou de uma brincadeira que estava fazendo com amigos por meio de aplicativo de mensagem.

A Polícia Civil continuará investigando, e o celular apreendido será encaminhado para perícia, a fim de comprovar se havia um plano de ataque à escola, ou se a versão do menor seria verdadeira e tudo não passou de uma brincadeira de mau gosto.



Fonte: Correio Otaciliense/Polícia Civil


Postagem Anterior Próxima Postagem