Criciúma poderá ter serviço de mototáxi



A legalização do serviço de mototáxi em Criciúma foi abordada pelo vereador Nícola Martins (PSDB), por meio de requerimento na Sessão Ordinária desta terça-feira. O parlamentar questiona o Executivo se existe a possibilidade do Município encaminhar projeto de lei a fim de alterar a Lei 5.457, de 21 de dezembro de 2009.

De acordo com o vereador, a alteração seria no parágrafo 1º do Artigo 1º, que diz que é proibido o transporte de passageiros em motocicletas.

“Em resumo, a lei proíbe o serviço de mototáxi em Criciúma. A alteração é medida importante e necessária, haja vista a possibilidade de mais opções para os criciumenses, principalmente neste momento de altos valores de combustíveis, com ampliação da oferta de opções de transporte ao criciumense”, destaca.

Nícola reforça ainda que a ação é um de seus 20 Compromissos de campanha com o cidadão criciumense.

“Nós trabalhamos em um tópico que aborda novos modais de transporte. O mototáxi é uma ferramenta que existe em grandes cidades e algo que pode contribuir e dar mais opções aqui na cidade”, destaca.

A medida também pode ampliar investimentos na cidade.

"Hoje existem aplicativos de transporte por mototáxi, estilo Uber e 99. O próprio Uber hoje tem o Uber Moto e que, com a legislação atual, seria impossível atuar em Criciúma. Queremos abrir mercado, ampliar condições de trabalho e também auxiliar os criciumenses", finaliza o vereador, que já articula com Executivo para que a medida seja implantada.

 

Postagem Anterior Próxima Postagem